Países mediterrânicos unem-se para gestão sustentável da água e sistemas agrícolas

[Fonte: Açoriano Oriental]

Segundo o presidente da FCT, Paulo Ferrão, os 19 países que constituem a Fundação PRIMA (Parceria para a Investigação e Inovação na Região Mediterrânea) vão ter 220 milhões de euros de fundos comunitários para projetos nestas áreas, podendo a Comissão Europeia financiá-los a fundo perdido até 60% do valor total.

Do lado da FCT, que vai coordenar a participação das instituições portuguesas nos projetos, o financiamento para o envolvimento nacional será de 7,5 milhões de euros.

A parceria para projetos nas áreas de gestão sustentável da água e de sistemas agrícolas, e também da valorização alimentar dos países integrantes, abrange o período 2018-2028, com as candidaturas a arrancarem em 2018.

O âmbito da Fundação PRIMA “abre significativas oportunidades para as instituições portuguesas em cooperação com as do norte de África e europeias”, considerou Paulo Ferrão, que adiantou que a primeira fase de trabalho dos 19 países passará pela organização de ‘workshops’ para que os cientistas dos diferentes países se possam conhecer e possam “estar mais capacitados” para concorrer.

Portugal deverá “em breve” participar num dos ‘workshops’ com o Egito, adiantou Paulo Ferrão.

A reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas, será a representante nacional no conselho de fundadores.

Portugal participou hoje, em Madrid, na criação da Fundação PRIMA, uma parceria que, para além da Alemanha e Luxemburgo, reúne 17 países mediterrânicos do norte de África e sul da Europa.

Entre os membros da fundação encontram-se Croácia, Eslovénia, França, Grécia, Israel, Malta, Tunísia, Turquia, Argélia, o Egito, a Jordânia, o Líbano e Marrocos.

A iniciativa foi lançada na segunda conferência ministerial euro-mediterrânica, realizada a 04 de maio, em Malta.

A Fundação PRIMA terá sede em Barcelona e ficará responsável pela gestão das atividades em parceria.

Comente este artigo

O artigo Países mediterrânicos unem-se para gestão sustentável da água e sistemas agrícolas foi publicado originalmente em Açoriano Oriental

Anterior Área ardida em 2017 é 12 vezes superior à do ano passado
Próximo IPMA vai instalar rede de detores de trovada na Madeira

Artigos relacionados

Últimas

Portuguesa Wine With Spirit regista recorde de investimento

[Fonte: Jornal económico]

A Wine With Spirit (WWS) tornou-se no primeiro produtor português de vinhos a recorrer ao ‘equity crowdfunding’ para obter financiamento por parte de investidores de todo o mundo.
O objetivo foi alcançado esta segunda-feira ao angariar 450 mil euros junto de mais de 115 investidores, tornando-se assim na maior operação de ‘equity crowdfunding’ […]

Últimas

Região de Coimbra investe 900 mil euros na prevenção de incêndios florestais

[Fonte: Diário das Beiras]

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

Mais de 250 hectares de rede primária de faixas de gestão de combustível vão ser abertos em cinco concelhos do distrito de Coimbra, no âmbito de um projeto da Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra (RC). […]

Nacional

Hortas Urbanas de Setúbal ganham pomar e canteiros de ervas aromáticas

[Fonte: Agricultura e Mar]
As Hortas Urbanas de Setúbal, localizadas nos Viveiros Municipais, ganharam um pomar e canteiros de ervas aromáticas comunitários nasceram este sábado, 25 de Março. O fruto do trabalho partilhado de vários hortelões.
À hora agendada para o início da iniciativa, […]