Naïo Technologies cria robot para eliminar ervas daninhas na horticultura

Naïo Technologies cria robot para eliminar ervas daninhas na horticultura

[Fonte: Agricultura e Mar]

A francesa Naïo Technologies está a desenvolver o “primeiro limpador mecânico de ervas danhinhas” para a horticultura. O robot chama-se Dino e já tem quatro compradores à espera. Com esta tecnologia, a empresa diz ser possível diminuir a quantidade de químicos na agricultura. A máquina vai começar por limpar culturas de alfaces.

O robot está ainda a ser desenvolvido, mas as vendas já começaram. “Este ano, a Naïo Technologies venderá 10 robots Dino, como parte das suas alianças com diferentes agentes agrícolas de França e Dinamarca. A alface é a primeira cultura da nossa lista para este ano. Também se levarão a cabo provas em outros tipos de hortaliças, assim como em culturas extensivas”, explica Lionel Montchalin, gerente de produto da empresa francesa.

O robot Dino foi desenvolvido de acordo com os mesmos princípios do robot Oz, mas foi adaptado para satisfazer as necessidades de explorações maiores e para limpar fileiras de produção em maior escala. O Dino “elimina as ervas daninhas, mecanicamente, de fileiras de hortaliças para reduzir o uso de produtos químicos, aumentar a produtividade da produção e permitir ao produtor servir hortaliças de alta qualidade aos consumidores”, realça um comunicado da Naïo Technologies.

Com GPS

A máquina guia-se de forma autónoma pelas parcelas de hortaliças graças ao seu sistema GPS RTK. Ainda assim, está equipado com uma série de câmaras que detectam as fileiras de alfaces e guiam com precisão as ferramentas de limpeza do robot, o mais perto possível das culturas.

 

Agricultura e Mar Actual

 

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

O artigo Naïo Technologies cria robot para eliminar ervas daninhas na horticultura foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Cereales: COAG Andalucía prevé una campaña mermada por la sequía
Próximo SIMAB vai promover operadores nos mercados abastecedores estrangeiros para apoiar exportação

Artigos relacionados

Nacional

PDR 2020: Jovens agricultores têm mais tempo para fazer formação financiada

[Fonte: Agricultura e Mar]
Os apoios à formação financiada a jovens agricultores pelo PDR 2020 têm o prazo alargado. O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, alterou, em portaria, as regras.
Explica a Portaria n.º 283/2017, […]

Últimas

Limiano muda identidade e aposta nas fatias e amanteigados

[Fonte: Dinheiro Vivo – empresas]
A Limiano renovou a sua identidade e assinatura, tendo lançado novas campanhas com criatividade da Young & Rubican. A marca da Bel Portugal acaba de renovar a sua oferta de queijo fatiado, com uma nova embalagem, […]

Últimas

Salsa com salero. Espanha será maior mercado em dois anos

[Fonte: Dinheiro Vivo – empresas]
Joaquim Carneiro ainda se lembra do tempo em que a semente do que mais tarde veio a ser Salsa nasceu numa pequena garagem em Vila Nova de Famalicão. “Era mais ali, por aquelas bandas”, aponta com o dedo o responsável da área de indústria. […]