Naïo Technologies cria robot para eliminar ervas daninhas na horticultura

Naïo Technologies cria robot para eliminar ervas daninhas na horticultura

[Fonte: Agricultura e Mar]

A francesa Naïo Technologies está a desenvolver o “primeiro limpador mecânico de ervas danhinhas” para a horticultura. O robot chama-se Dino e já tem quatro compradores à espera. Com esta tecnologia, a empresa diz ser possível diminuir a quantidade de químicos na agricultura. A máquina vai começar por limpar culturas de alfaces.

O robot está ainda a ser desenvolvido, mas as vendas já começaram. “Este ano, a Naïo Technologies venderá 10 robots Dino, como parte das suas alianças com diferentes agentes agrícolas de França e Dinamarca. A alface é a primeira cultura da nossa lista para este ano. Também se levarão a cabo provas em outros tipos de hortaliças, assim como em culturas extensivas”, explica Lionel Montchalin, gerente de produto da empresa francesa.

O robot Dino foi desenvolvido de acordo com os mesmos princípios do robot Oz, mas foi adaptado para satisfazer as necessidades de explorações maiores e para limpar fileiras de produção em maior escala. O Dino “elimina as ervas daninhas, mecanicamente, de fileiras de hortaliças para reduzir o uso de produtos químicos, aumentar a produtividade da produção e permitir ao produtor servir hortaliças de alta qualidade aos consumidores”, realça um comunicado da Naïo Technologies.

Com GPS

A máquina guia-se de forma autónoma pelas parcelas de hortaliças graças ao seu sistema GPS RTK. Ainda assim, está equipado com uma série de câmaras que detectam as fileiras de alfaces e guiam com precisão as ferramentas de limpeza do robot, o mais perto possível das culturas.

 

Agricultura e Mar Actual

 

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

O artigo Naïo Technologies cria robot para eliminar ervas daninhas na horticultura foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Cereales: COAG Andalucía prevé una campaña mermada por la sequía
Próximo SIMAB vai promover operadores nos mercados abastecedores estrangeiros para apoiar exportação

Artigos relacionados

Últimas

FNOP leva workshop dedicado à maçã a Moimenta da Beira

[Fonte: Gazeta Rural]

A FNOP – Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas vai realizar um workshop dedicado à maçã. O evento, a ocorrer durante a manhã de 7 de Abril, em Moimenta da Beira, […]

Últimas

Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 1 a 7 Maio 2017

[Fonte: Agricultura e Mar]
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Aves
Na semana em análise verificou-se um pequeno acréscimo da cotação média nacional do frango abatido (65% – de 1100 a 1300 g), +1 cêntimo / Kg e um ligeiro decréscimo do peru abatido (80% – […]

Nacional

Já se pode exportar kiwi para o Uruguai

[Fonte: Agricultura e Mar]
O mercado do Uruguai está aberto para o kiwi. Os operadores económicos têm à sua disposição mais um destino para exportação. O início da exportação desta fruta para aquele país poderá agora ter lugar, ao abrigo do acordo fitossanitário celebrado entre Portugal e o Uruguai. […]