Magos Irrigation Systems duplica instalações em Beja e pode sair de Salvaterra de Magos

Magos Irrigation Systems duplica instalações em Beja e pode sair de Salvaterra de Magos

[Fonte: Agricultura e Mar]

A Magos Irrigation Systems, líder do mercado nacional de sistemas de rega, aumentou recentemente as suas instalações, de 800 metros quadrados, em Beja. Comprou o armazém ao lado, de 1.000 metros quadrados. E precisa de fazer o mesmo na sua sede, em Salvaterra de Magos, para “aumentar a eficiência e a produtividade”, disse António Gastão ao agriculturaemar.com.

Mas, diz o administrador da Magos que “está a ser difícil. Não conseguimos comprar terrenos à volta de onde temos a sede. Os que há estão a inflacionar os preços. E nas redondezas também está a ser uma tarefa difícil. Uma das hipóteses é termos de mudar de instalações, mesmo que tenha de ser para fora de Salvaterra de Magos. Se bem que termos de ficar sempre nas redondezas”.

Aquele responsável, que falava à margem da apresentação do seu plano estratégico para 2018, no passado dia 5 de Fevereiro, acrescentou que a empresa está a crescer mas “temos de estar sempre próximo do agricultor”. Por isso, a Magos Irrigation Systems abriu a delegação do Norte no ano passado, tem já delegações em Mirandela, Beja e no Sul do País, “mas não chega, os agricultores querem sentir a presença próxima de quem os possa ajudar com os seus sistemas de rega”.

Carrinhas oficina próximas do agricultor

Assim a empresa sediada em Salvaterra de Magos comprou uma carrinha oficina para começar a trabalhar já este mês de Fevereiro no Algarve. “Vamos tentar fazer o mesmo a partir de Maio em Odemira”, acrescenta António Gastão.

Já Miguel Empis, também administrador da Magos Irrigation Systems explicou que para 2018 as prioridades da empresa passam pela assistência técnica residente do Algarve, um foco principal no olival, vinha e fruteiras, a participação em feiras nacionais e internacionais e a participação em simpósios e colóquios em parceria ou com organização própria.

A Magos Irrigation Systems tem ainda previsto a assinatura de protocolos com várias entidades do sector.

Projectos ultrapassam parte comercial

A empresa, líder no mercado nacional de sistemas de rega, projecta, comercializa, produz, instala e assiste, “sempre com vista à valorização do mercado agrícola”, realça Miguel Empis.

“Começámos por ser conhecidos como uma empresa comercial de fita de rega. Em 2017 invertemos esta situação e facturámos mais em projectos”, realça António Gastão.

A Magos conta actualmente com  mais de 80 colaboradores, dos quais 25 com formação superior, em 2017 facturou mais de 14 milhões de euros, com os negócios a crescerem a uma taxa média anual de 12,5%. No ano passado, a Magos instalou mais de 150 projectos de rega.

Em 2016, colocou mais de 150.000 km de fita de rega e trabalhou em mais de 20.000 hectares de regadio. Tem mais de 1.300 clientes activos.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

Aceito a Política de Proteção de Dados e dou o respetivo Consentimento para a recolha e tratamento de dados pessoais.

O artigo Magos Irrigation Systems duplica instalações em Beja e pode sair de Salvaterra de Magos foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Exportações de vinho aumentam 42,3 M€ a crescerem 8,6% até Setembro de 2017
Próximo CAP Organiza Concurso Melhores Jovens Agricultores 2018

Artigos relacionados

Nacional

Cerfundão vence prémio nacional de agricultura

[Fonte: Gazeta Rural]

A CERFUNDÃO, empresa de embalamento e comercialização de cerejas, Lda., é um caso nacional de sucesso e foi distinguida na categoria de inovação com o Prémio Nacional de Agricultura, criado pelo Jornal de Negócios, Correio da Manhã […]

Últimas

Ainda tem dúvidas sobre o mirtilo? Sever do Vouga dá as respostas

[Fonte: Voz do Campo]

O Parque Urbano de Sever do Vouga volta a acolher a Feira Nacional do Mirtilo nos próximos dias 28, 29 e 30 de junho e 1 de julho, naquela que será a 11ª edição deste evento.Serão quatro dias repletos de atividades, […]

Nacional

Voltou a acender-se uma luzinha de esperança na política florestal. Será desta?

[Fonte: Público]
[Fonte: Público]

Tudo o que se escreve aqui já foi dito inúmeras vezes, mas nunca é demais repetir quando parece que se renova a esperança! De acordo com um recente artigo do PÚBLICO há esperança numa renovação da política florestal, […]