Lusiaves quer incentivar jovens a criarem o seu próprio negócio no setor avícola

Lusiaves quer incentivar jovens a criarem o seu próprio negócio no setor avícola

[Fonte: Vida Rural]

O Grupo Lusiaves estabeleceu uma parceria com o BPI para lançar o projeto ‘Dá Asas ao Teu Negócio’, uma iniciativa que pretende incentivar e promover o empreendedorismo nacional no setor avícola.

A iniciativa desafia, assim, os jovens empreendedores a iniciarem o seu próprio negócio no setor, tornando-se produtores de referência do Grupo Lusiaves. Estes jovens contarão com o apoio da empresa ao longo de todo o projeto, desde a elaboração da candidatura a este programa.

Em comunicado, o Grupo Lusiaves explica que “na fase de operação, e como o sector avícola opera em modo de integração, o Grupo Lusiaves, como empresa integradora avícola, fornece os principais fatores de produção, garantindo posteriormente o escoamento do produto final aos produtores, mediante um contrato efetuado.”

Assim, a empresa será o fornecedor da matéria-prima, os pintos e a sua alimentação, e responsabiliza-se pela assistência técnica e veterinária, comprometendo-se ainda com o escoamento do produto final, os frangos, que serão abatidos nos seus matadouros.

O BPI, por sua vez, terá que assegurar a avaliação e fornecer o suporte financeiro, ficando o jovem agricultor habilitado com todas as ferramentas necessárias para iniciar o seu negócio.

As candidaturas para esta iniciativa arrancam já no próximo dia 1 de maio, sendo elegíveis todos os jovens que possuam (proprietário, arrendatário ou cessionário) um terreno com capacidade construtiva (mínimo de 2200m2 de construção) para aviários ou uma exploração avícola, situado entre o Montijo e Vila Nova de Gaia.

Comente este artigo

O artigo Lusiaves quer incentivar jovens a criarem o seu próprio negócio no setor avícola foi publicado originalmente em Vida Rural

Anterior COAG y el Frente Polisario se unen contra las exportaciones ilegales de productos agrícolas de Marruecos
Próximo Odemira recebe 4ª edição do Fórum Social

Artigos relacionados

Nacional

Engenharia Florestal é formação em vias de extinção 

[Fonte: Gazeta Rural]

Há três escolas em Portugal onde se pode estudar Engenharia Florestal ou equivalente. E até estão bem distribuídas na geografia: Instituto Superior de Agronomia, da Universidade de Lisboa, na capital; Escola Superior Agrária, que se insere no Instituto Politécnico de Coimbra, […]

Últimas

Pedrógão Grande está na zona de mais perigo de incêndios

[Fonte: Correio da Manhã]

Pedrógão Grande, local de uma das maiores tragédias humanas no último século, está localizado na zona de grande perigo de incidência de fogos florestais em Portugal.
Quando se observa o mapa da perigosidade de incêndio florestal, que foi elaborado pelos serviços do Ministério da Agricultura, […]

Últimas

Projeto português quer levar Internet às áreas rurais dos países em desenvolvimento

[Fonte: Vida Rural]
O centro de investigação Fraunhofer Portugal AICOS está a implementar uma tecnologia que permitirá aceder à Internet nas áreas rurais dos países em desenvolvimento – o projeto Aldeias Sustentáveis para o Desenvolvimento em Moçambique (Sustainable Villages for Development in Mozambique – […]