INE prevê queda de 15% na produção de trigo duro e triticale

[Fonte: Agricultura e Mar]

O INE estima diminuições de produção de 10% no trigo mole, cevada e aveia e de 15% no trigo duro e triticale.

Explica o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas de Maio de 2019, do Instituto Nacional de Estatística (INE), que as chuvas de Abril foram benéficas para o desenvolvimento das searas dos cereais de sementeira Outono/invernal, particularmente por estes se encontrarem na fase de enchimento do grão.

Centeio mantém produção

Ainda assim, e sobretudo devido à escassa precipitação e às elevadas temperaturas do mês de Março, que provocaram um espigamento precoce, não se registou um total restabelecimento da produtividade potencial, prevendo-se reduções generalizadas nos rendimentos unitários destas culturas (excepto no centeio que, sendo produzido maioritariamente no interior Norte e Centro, não foi sujeito a condições meteorológicas tão adversas).

Abril chuvoso

O mês de Abril caracterizou-se, em termos meteorológicos, como chuvoso. A precipitação média foi cerca de 40% superior à normal (1971-2000), tendo este mês sido o quinto Abril mais chuvoso desde 2000.

No final de Abril, o teor de água no solo, em relação à capacidade de água utilizável pelas plantas, registou um aumento significativo face ao final de Março, principalmente no litoral das regiões Norte e Centro. Na região Sul, em especial no Baixo Alentejo e Algarve, ainda se registaram valores inferiores a 20%.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo INE prevê queda de 15% na produção de trigo duro e triticale foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Europa quer reforço da transparência nos preços do agroalimentar
Próximo BiodivSummit promove debate sobre biodiversidade no sítio certo

Artigos relacionados

Nacional

Portugal não vai devolver verbas a Bruxelas este ano

“Está cumprido. Não teremos de devolver um único cêntimo”. A garantia é dada pelo secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, ao DN/Dinheiro Vivo. Está assim posto de parte do risco de Portugal não conseguir cumprir a regra da guilhotina. […]

Últimas

Famílias angolanas afetadas pela seca vão receber formação agrícola

[Fonte: Vida Rural]

Cerca de 70 mil famílias de agricultores da província angolana de Cuando Cubango, afetadas pela seca, vão receber formação técnica para aprenderem a desenvolver uma agricultura sustentável. De acordo com o Jornal de Angola, a notícia foi avançada pelo secretário de Estado para a Ação Social, […]

Nacional

Lagoalva aposta em sistemas solares fotovoltaicos como parte da sua estratégia sustentável

A Quinta da Lagoalva de Cima, produtora de vinho, azeite, cortiça, cereais, horto-industriais e do cavalo lusitano anuncia a instalação de onze sistemas fotovoltaicos no terreno com uma potência total de 1,35 MW, ocupando uma área de 36.496 m2. Este sistema vai permitir uma produção energética anual de cerca de 2.000 MWh e evitar emissões anuais de 620 toneladas de CO2. […]