Governo Regional tem linha de crédito até três milhões de euros para agricultores

Governo Regional tem linha de crédito até três milhões de euros para agricultores

[Fonte: O Jornal Económico]

O Governo Regional da Madeira autorizou a criação de uma linha de crédito a juro bonificado de até três milhões de euros para agricultores que produzam rum agrícola e mel de cana-de-açúcar. Ou seja, esta linha de crédito só se destina às agroindústrias da transformação da cana-de-açúcar.

Esta medida, que resulta do Conselho de Governo da passada quinta-feira, permite, assim, o pagamento atempado aos agricultores desta produção.

O Conselho de Governo decidiu  ainda a expropriação, no valor de 100 mil e 380 euros , de três parcelas do terreno necessárias para a obra da Via Rápida entre Câmara de Lobos e o Estreito de Câmara de Lobos,

Comente este artigo

O artigo Governo Regional tem linha de crédito até três milhões de euros para agricultores foi publicado originalmente em O Jornal Económico.

Anterior Dia Aberto / Ação de demonstração do Grupo Operacional Macfertiqual - 10 de julho - Alcobaça
Próximo Famílias ricas procuram maior retorno na exploração de florestas

Artigos relacionados

Últimas

Projecto Alchemy quer transformar “lixo” da indústria em produtos

[Fonte: Público]
Há cerca de um ano, a norte-americana Amyris, uma empresa de produtos renováveis, e a Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Católica Porto assinaram uma parceria, em Silicon Valley, nos EUA. Hoje, ei-lo, fora do papel, um centro de competências de excelência em biotecnologia, […]

Sugeridas

A agricultura que resiste na Europa longínqua

[Fonte: Público]
Fazer mel na Letónia, lutar contra a erosão na Alemanha ou apostar na cultura das romãs na Grécia pouco conta nas contas gigantes do Plano Juncker. Mas, nesses lugares remotos, esses apoios fazem a diferença. A agricultura ainda é a receita que mantém viva a Europa longínqua. […]

Nacional

Governo quer aumentar produção de cereais no país

[Fonte: Correio Alentejo]
O Governo pretende revitalizar a produção de cereais em Portugal, nomeadamente em territórios onde ainda predomina o sequeiro, caso da zona do Campo Branco, que abrange os concelhos de Castro Verde, Aljustrel, Almodôvar, Mértola e Ourique. A garantia foi dada ao “CA” […]