Governo espera que três Kamov estejam operacionais para dispositivo de combate a fogos

Governo espera que três Kamov estejam operacionais para dispositivo de combate a fogos

[Fonte: Açoriano Oriental]

O Ministério da Administração Interna (MAI) estima que os três helicópteros Kamov estejam operacionais para integrar o dispositivo de combate a incêndios florestais, mas neste momento estão todos parados.

Dos seus helicópteros pesados do Estado, um está acidentado desde 2012, outros dois estão para reparação desde 2015 e os restantes três Kamov que têm estado aptos para voar estão também parados, dois para manutenção e um por “ausência de certificação”.

Numa resposta enviada à agência Lusa, o MAI explica que dois Kamov estão “a realizar a grande manutenção dos 10 anos” e o terceiro está operacional, “apesar de indisponível por ausência de certificação de um componente pela autoridade aeronáutica” e deverá iniciar este mês “a grande manutenção” dos 10 anos.

O Ministério da Administração Interna refere também que estes três Kamov “deverão estar operacionais para o dispositivo de combate aos incêndios”.

Quanto à reparação dos dois helicópteros inoperacionais desde 2015, o MAI adianta que o arranjo faz parte do objeto do grupo de trabalho criado entre os ministérios da Administração Interna e da Defesa Nacional para trabalhar na transição da gestão e controlo dos meios aéreos de combate a incêndios para a Força Aérea.

Estes dois helicópteros do Estado já não integraram o dispositivo de combate a incêndios florestais nos três últimos anos.

Comente este artigo

O artigo Governo espera que três Kamov estejam operacionais para dispositivo de combate a fogos foi publicado originalmente em Açoriano Oriental

Anterior Detenidos con 2.500 kg de naranjas tras huir de la finca en que las robaban
Próximo Iratxe García pide que se incluya una partida específica para la despoblación rural en los presupuestos europeos

Artigos relacionados

Últimas

Dignificação para empresas e trabalhadores que atuam nos setores representados é prioridade da nova direção da ANEFA

[Fonte: Voz do Campo]
No dia 29 de maio de 2017 ocorreu mais um processo eleitoral para os Órgãos Sociais da ANEFA – Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente. O processo a que se candidatou apenas uma lista, acabou por ser bastante participado, […]

Últimas

Nazaré investe na requalificação dos caminhos agrícolas

[Fonte: Agricultura e Mar]
A operação de limpeza dos rios que servem os campos agrícolas de Valado dos Frades, no concelho da Nazaré, está concluída. A desmatação e a retirada de lamas das bordas dos rios da Areia, Tábuas, Sarradas, Matas e do Meio foram as primeiras intervenções efectuadas, […]

Últimas

Regime de quotas de açúcar da União Europeia acaba ao fim de 50 anos

[Fonte: Agricultura e Mar]
O último regime de quotas agrícolas ainda em vigor, que gere a produção de açúcar na União Europeia, foi revogado em 30 de Setembro de 2017, ao fim de cerca de 50 anos.
A decisão de pôr agora termo às quotas de açúcar foi acordada entre o Parlamento Europeu e os Estados-membros na reforma de 2013 da Política Agrícola Comum (PAC), […]