Governo avança com taxa sobre as batatas fritas

[Fonte: Jornal De Negócios]

Bolachas e biscoitos; alimentos que integrem flocos de cereais e cereais prensados; e batatas fritas ou desidratadas. São estes os produtos que, desde que tenham um teor de sal igual ou superior a um grama por cada 100 gramas, passarão a ser tributados por uma nova taxa que o Governo quer introduzir com o Orçamento do Estado para 2018.

De acordo com a versão preliminar do documento, a que o Negócios teve acesso, para o cálculo do imposto a pagar será tido em conta o peso do produto já acabado, sobre o qual incidirá uma taxa de 0,80 cêntimos por cada quilograma.

Os produtos que sejam adquiridos noutro Estado membro da União Europeia e que sejam importados estarão também sujeitos a imposto em Portugal, a menos que se esteja perante uma aquisição para uso pessoal e se forem transportados pelo próprio consumidor.

A taxa sobre os produtos com elevado teor de sal é uma bandeira do ministro da Saúde. Adalberto Campos Fernandes considera que é uma medida de protecção da saúde pública. Em Junho, numa entrevista à Lusa, o governante falava em “dar um passo inovador” no sentido de penalizar a chamada “junk food”, prejudicial à saúde e usada sobretudo pelas camadas mais pobres da população.

Como o Negócios adiantou, a introdução desta taxa na proposta de OE para 2018 chegou a estar tremida, uma vez que o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes seria de opinião de que a criação de um imposto de raiz, como agora se pretende fazer, exigia um trabalho prévio para o qual não houvera ainda tempo suficiente.

A medida acaba mesmo por avançar e, segundo a versão preliminar da proposta de OE, a ideia é aplicar as mesmas regras que já existem para as bebidas não alcoólicas em matéria de produção e armazenagem de produtos e, posteriormente, de circulação. 

(notícia actualizada às 18:40)

Comente este artigo

O artigo Governo avança com taxa sobre as batatas fritas foi publicado originalmente em Jornal De Negócios

Anterior Annonces d'Emmanuel Macron Confédération paysanne : « Le cap est donné, traduisons-le en actes »
Próximo O Conselho de Administração é um excelente órgão de gestão para a empresa familiar

Artigos relacionados

Nacional

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 24 a 30 Abril 2017

[Fonte: Agricultura e Mar]
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Ovinos
As cotações médias nacionais dos borregos analisados, de <12 Kg, 22-28 Kg e de >28 Kg, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.
Na Beira Interior a oferta de borrego foi relativamente fraca nas áreas de mercado de Castelo Branco e da Cova da Beira e fraca na Guarda; […]

Últimas

Carne de porco à frente na preferência dos consumidores

[Fonte: Voz do Campo]
No âmbito do lançamento da primeira marca de certificação da carne de porco 100% nacional, a Porco.Pt, a Federação Potuguesa de Suinicultores (FPAS) promoveu um estudo, em parceria com a GfK, sobre os hábitos de compra e consumo de carne da população portuguesa, […]

Últimas

Pouca Roupa com novo dress code

[Fonte: Voz do Campo]
O dress code de João Portugal Ramos regressa com novas colheitas de 2016, o outfit obrigatório para todas as ocasiões.
Produzido a partir das castas Verdelho, Sauvignon e Viosinho, o Pouca Roupa Branco 2016 é ideal para acompanhar pratos de peixe, […]