InovMilho faz formação sobre fases de desenvolvimento do milho, em Coruche

InovMilho faz formação sobre fases de desenvolvimento do milho, em Coruche

[Fonte: Agricultura e Mar]

O Centro Nacional de Competências das Culturas do Milho e Sorgo “InovMilho” vai acolher nos próximos dias 5 de Junho e 3 de Setembro, na Estação Experimental António Teixeira, do INIAV, em Coruche, duas acções de demonstração, eminentemente práticas, ministradas pelo consultor agrícola e perito para a cultura do milho, Eng.º Albert Porte Laborde.

O enfoque vai para o milho ao longo das diversas fases do seu desenvolvimento.

Se está interessado em participar, apesar de acção de 5 de Junho ter atingido a capacidade máxima de participantes, a Anpromis — Associação dos Produtores de Milho e Sorgo de Portugal informa que vai promover uma segunda formação, no dia 6 de Junho.

Pode fazer a inscrição aqui.

Visitas de campo

Estas acções serão compostas por uma parte teórica, ministrada em sala, e por uma prática que passa pela visita a diversos ensaios de milho, em que se analisará in loco o desenvolvimento da cultura e os principais constrangimentos detectados, em duas fases criticas do seu desenvolvimento.

As acções são limitadas a 35 participantes, aceitando-se as inscrições por ordem de chegada.

A data limite de inscrição é o próximo dia 23 de Maio. As formações serão ministradas em castelhano.

Programa das acções:

09h30 – Inicio da acção de formação (em sala p/projecção de slides)

13h00 – Almoço volante

14h00 – Visita a diversos ensaios de milho

17h30 – Fim da acção de formação

Primeiro passo em 2013

O primeiro passo do InovMilho foi dado em 2013, com a assinatura do protocolo de revitalização da Estação Experimental António Teixeira, pela ANPROMIS e o INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária.

Em 2015, o Centro foi formalmente constituído por 34 entidades parceiras e agora, em 2018, é dado mais um importante passo com a criação de um espaço de formação aberto ao sector e apresentada a Agenda de Inovação, que orientará as políticas públicas e promoverá a competitividade da fileira do milho e sorgo através do uso mais eficiente dos recursos produtivos.

Principais empresas testam sementes, fertilizantes e herbicidas no InovMilho

Os ensaios de variedades de milho, que desde 2014 são realizados na Estação Experimental António Teixeira, estão este ano centrados em algumas variedades com maior aptidão para uso na alimentação humana, um tipo de milho cada vez mais procurado pela indústria transformadora. Algumas das principais empresas do mercado testam as suas sementes, fertilizantes e herbicidas nos ensaios do InovMilho.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo InovMilho faz formação sobre fases de desenvolvimento do milho, em Coruche foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Prospectores internacionais visitam Alqueva
Próximo Douro Superior elegeu os Melhores Vinhos de 2019. Saiba quais são

Artigos relacionados

Comunicados

24H Agricultura Syngenta: uma competição formativa que não se esquece

Há um antes e um depois das 24H AGRICULTURA SYNGENTA. Quem participa não esquece e muitos são os estudantes que voltam ano após ano. A 4ª edição desta competição formativa decorreu na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve e na Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, […]

Nacional

Douro e Alentejo são as regiões vencedoras no Concurso Vinhos de Portugal 2019

[Fonte: Gazeta Rural]

A qualidade e diversidade dos vinhos portugueses voltou a ser reconhecida em mais uma edição do Concurso Vinhos de Portugal. Após a avaliação de 1.382 vinhos por especialistas nacionais e internacionais, o júri atribuiu um total de 423 medalhas, […]

Cotações PT

Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 14 a 20 Janeiro 2019

[Fonte: Agricultura e Mar – Cotações]
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Azeitona para azeite
Na campanha 2018-2019, registou-se atraso na maturação da azeitona, em relação a um ano normal, e, consequentemente, atraso na colheita. O volume de produção deverá […]