Eurodeputado do PAN eleito vice-presidente da comissão de Agricultura no Parlamento Europeu

Eurodeputado do PAN eleito vice-presidente da comissão de Agricultura no Parlamento Europeu

[Fonte: O Jornal Económico]

Além de assumir a substituição do presidente da comissão em situações de ausência, o cargo confere várias responsabilidades a Francisco Guerreiro, como negociar leis com os Ministros da Agricultura dos vários Estados-Membros

Recém chegado a Bruxelas, o primeiro eurodeputado eleito pelo PAN já assumiu um cargo de relevo numa das três comissões que integra. Francisco Guerreiro foi eleito primeiro vice-presidente da Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural esta quarta-feira, 10 de julho. A eleição decorreu esta tarde durante a primeira sessão da comissão.

Cada comissão tem, além de um presidente, quatro vice-presidentes. No caso da Comissão de Agricultura e de Desenvolvimento Rural, coube à bancada dos Verdes a primeira das quatro vice-presidências, cujo lugar Francisco Guerreiro negociou com os restantes eurodeputados da bancada e acabou por ganhá-lo aos 48 membros efetivos e 48 membros suplentes.

“Com esta eleição reforçamos a influência do PAN na bancada dos Verdes, dando a Portugal um lugar de destaque em relação aos restantes Estados-Membros”, afirma o eurodeputado do PAN, em comunicado. “Estamos preparados para assumir cargos de responsabilidade e deixar contributos politicamente relevantes, principalmente num contexto europeu no qual importa priorizar a mitigação das Alterações Climáticas”, refere Francisco Guerreiro.

Além de assumir a substituição do presidente da comissão em situações de ausência, o cargo confere várias responsabilidades a Francisco Guerreiro, como negociar leis com os ministros da Agricultura dos vários estados-membros.

Além da comissão de Agricultura, Francisco Guerreiro também integra as comissões de Orçamento e Pescas.

Comente este artigo

O artigo Eurodeputado do PAN eleito vice-presidente da comissão de Agricultura no Parlamento Europeu foi publicado originalmente em O Jornal Económico.

Anterior Operação internacional da Europol apreende 71 toneladas de fitofármacos ilegais em Portugal
Próximo Carne de Coelho – Como a vais cozinhar hoje?

Artigos relacionados

Últimas

DGADR lança Guia de Apoio aos Instrumentos de Estruturação Fundiária

[Fonte: Agricultura e Mar]
A DGADR — Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural acaba de publicar o Guia de Apoio aos Instrumentos de Estruturação Fundiária. Explica aquela Direcção que tal se deve a ter-se “verificado a existência de diversas interpretações na aplicação da legislação em vigor”. […]

Comunicados

24H Agricultura: um exemplo do contributo da Syngenta para a melhoria da segurança alimentar

[Fonte: 24H Agricultura Syngenta]
As 24H Agricultura Syngenta, cuja 4ª edição decorre a 6 e 7 de Abril na Universidade do Algarve e na Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, capacitam as novas gerações de Agrónomos para um melhor uso dos recursos em agricultura, […]

Últimas

Utilização de Inóculos Autóctones em Queijarias Tradicionais

[Fonte: Voz do Campo]

O Grupo Focal “Utilização de Inóculos Autóctones em Queijarias Tradicionais” realiza um seminário no próximo dia 19 de junho , pelas 10:00 horas no Instituto Politécnico de Beja – Escola Superior Agrária.
A programação é a seguinte:

Receção aos participantes
Apresentação do Grupo Operacional
Importância da avaliação da qualidade no apoio  […]