Eurodeputada do PSD quer mais competências para as regiões na reforma da PAC

Eurodeputada do PSD quer mais competências para as regiões na reforma da PAC

[Fonte: Açoriano Oriental]

A eurodeputada social-democrata eleita pelos Açores, Sofia Ribeiro, afirmou, esta sexta-feira, que quer um aumento do POSEI e das competências das regiões nas negociações com a Comissão Europeia para reforma de Política Agrícola Comum (PAC).

Sofia Ribeiro explicou que a reforma da PAC requer a discussão sobre “componentes mais técnicas”, como “a própria estrutura da PAC no seu relacionamento com os Estados-membros, em que medida é que vai haver uma política agrícola, como diz o nome, comum a todos os Estados-membros, ou se vai ser uma política agrícola fragmentada por todos os 27 estados-membros que é traduzida por planos estratégicos que são negociados por esses estados membros”.

Para a parlamentar açoriana, que falou à Lusa antes de uma reunião com a Associação Agrícola de São Miguel em que seriam apresentados contributos para a reforma da PAC, a estratégia europeia para a agricultura deve ser negociada por cada país, uma alternativa que pode ser benéfica para a autonomia dos Açores.

A social-democrata lembrou que a Comissão Europeia propôs uma perda de 3,9% do POSEI, mas que, aquando da sua visita ao arquipélago, o Comissário Europeu para a Agricultura, Phil Hogan, “adiantou que não vai aplicar esses cortes”, mas ressalvou que “os documentos sobre os quais nós estamos a trabalhar ainda têm esses cortes e nós vamos propor o aumento do POSEI”.

Sobre as eleições europeias de 2019, destacou que “se perspetiva que possa haver um momento a nível global e europeu de fenómenos nacionalistas, de euroceticismos, que vão trazer novos desafios ao projeto europeu, por isso, e que é muito importante neste momento estarmos a trabalhar nas políticas centrais europeias”.

A eurodeputada social-democrata anunciou que não se ia recandidatar nas eleições europeias de 2019, justificando a decisão com a derrota do candidato que apoiou, Pedro Nascimento Cabral, nas eleições internas do PSD/Açores.

Garantiu, no entanto, “total disponibilidade de colaboração e cooperação com o PSD e o PSD regional para garantir uma transição suave para que o próximo candidato pelos Açores ao Parlamento Europeu possa ter as melhores condições de trabalho e para que possa ter sucesso numa próxima legislatura”.

Comente este artigo

O artigo Eurodeputada do PSD quer mais competências para as regiões na reforma da PAC foi publicado originalmente em Açoriano Oriental

Anterior Especialistas internacionais em viagem gastronómica dedicada ao Azeite do Alentejo
Próximo Entroncamento associou-se ao Projeto Plantar Portugal

Artigos relacionados

Notícias florestas

Mais de cem personalidades e entidades reclamam uma floresta não discriminada

[Fonte: Dinheiro Vivo – empresas]
Mais de uma centena de entidades e personalidades, entre as quais a CAP e os ex-ministros Bagão Félix e António Serrano, assinaram um manifesto por uma floresta não discriminada onde defendem a importância do eucalipto.
“Os signatários têm vindo a assistir, […]

Últimas

Governo apresenta plano de combate ao desperdício alimentar no final do ano

[Fonte: Vida Rural]
O Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Vieira, anunciou esta semana que até ao final do ano será apresentado pelo Governo um plano nacional de combate ao desperdício alimentar. Para isso, será criada uma Comissão Nacional de Combate que incluirá dez ministérios e várias entidades da sociedade civil portuguesa. […]

Últimas

Fogos diminuem capacidade de captar carbono, diz ministro do Ambiente

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse hoje em Leiria que a área florestal ardida vai diminuir a capacidade de captar as emissões nocivas de carbono.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_6 span,#wpdevar_comment_6 iframe{width:100% !important;} […]