Cultivares de Oliveira: Cobrançosa

Cultivares de Oliveira: Cobrançosa

[Fonte: Vida Rural]

Cordeiro, A.M.; Calado, M.L.; Morais, N.; Miranda, A. & Carvalho, M.T.

INRB / L-INIA / URGEMP

Aspectos Gerais

Sinonímias reconhecidas: Quebrançosa, Salgueira.

Disseminação: Trás-os-Montes, Ribatejo, Beira Alta e Alentejo.

Divulgação actual da variedade: Azeite e conserva em verde.

Descrição Agronómica e Económica

– Cultivar muito produtiva e regular. Entrada em produção média. Azeitona de peso médio (±4 g); endocarpo de peso alto (0,45-0,7 g). Relação polpa/caroço média.

– Baixa resistência do fruto ao desprendimento e queda natural reduzida.

– Alta capacidade de propagação por estaca semi‑lenhosa (> 70%).

– Início plena floração (na região de Elvas e ano médio): 9 de Maio; duração média da floração: 16 dias.

– Maturação média (2ª quinzena de Novembro – Elvas).

– Cultivar adaptada à colheita mecânica com vibrador.

– Tolerante ao frio e aos solos calcários e alcalinos. Susceptível à seca e salinidade.

– Média incidência de mosca, de olho de pavão e de tuberculose e baixa incidência de gafa.

– Médio rendimento em azeite (18-22%) e de mediana riqueza em ácido linoleico.

– Cultivar incluída nas DOP “Azeites de Trás-os-Montes”, “Azeites da Beira Alta”, “Azeites do Norte Alentejano” e “Azeites do Alentejo Interior”.

Identificação Morfológica

ÁRVORE: Vigor médio, arborescência média, porte aberto e entre‑nós médios.

FOLHA: Forma elíptico-lanceolada, largura e comprimento médio e curvatura do limbo plana.

INFLORESCÊNCIA: Comprimento curto e nº de flores/inflorescência médio (18-25 flores).

FRUTO: Forma ovóide e assimétrica; diâmetro transversal máximo ao centro; ápice arredondado e base truncada; mamilo presente; lentículas abundantes e pequenas; início de viragem no ápice e arroxeado em plena maturação.

ENDOCARPO: Forma elíptica, ligeiramente assimétrico na posição A e simétrico na posição B; diâmetro transversal máximo ao centro; ápice e base agudos; superfície rugosa; sulcos agrupados junto da linha de sutura (< 7); ápice com mucrão.

Caracterização Molecular

Pedro Fevereiro, ITQB / FC-UL

Comente este artigo

O artigo Cultivares de Oliveira: Cobrançosa foi publicado originalmente em Vida Rural

Anterior Se mantiene la tendencia alcista en los precios de los corderos
Próximo Paralización en el mercado del aceite de oliva

Artigos relacionados

Últimas

IFAP está na Feira de Santarém a esclarecer parcelário, ajudas e apoios

[Fonte: Agricultura e Mar]
O IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas está na 54ª edição da Feira Nacional de Agricultura (FNA), a decorrer em Santarém, de hoje até 18 de Junho de 2017.
Com a presença na FNA 2017 o IFAP pretende disponibilizar aos agricultores informação útil relativamente às diversas áreas do Instituto, […]

Últimas

Suspeito de atear fogo no Funchal condenado a 14 anos de prisão

O homem acusado de atear o fogo florestal que em 2016 matou três pessoas no Funchal foi hoje condenado a 14 anos de prisão efetiva.

Comente este artigo […]

Últimas

CA abre linha de crédito de mais de 2 M€ para produção de cana-de-açúcar na Madeira

[Fonte: Agricultura e Mar]
A Secretaria Regional de Agricultura e Pescas da Madeira e o Crédito Agrícola assinam manhã, 29 de Agosto, um protocolo para disponibilização de meios financeiros no âmbito da linha de crédito da cana-de-açúcar. A cerimónia terá lugar nas instalações da Secretaria, […]