Crise da batata frita esvazia prateleiras e inflaciona preços no Japão

Crise da batata frita esvazia prateleiras e inflaciona preços no Japão

[Fonte: Jornal económico]

A colheita de batatas na ilha de Hokkaido, no Japão, foi muito fraca o ano passado devido a tufões, forçando um dos maiores fabricantes de snacks do país – a Calbee –  a parar a produção de vários produtos alimentícios. Os supermercados nipónicos estão com as prateleiras vazias e os preços de alguns itens atingiram máximos históricos.

O que antes custava 1 euro, está a ser vendido por 13 euros, como escreve a Bloomberg.

“Estamos a fazer tudo o que pudemos para retomar as vendas novamente”, disse Rie Makuuchi, porta-voz da Calbee, à agência de notícias.

A empresa estava mesmo a ponderar importar batatas dos Estados Unidos, mas acabou por pedir aos agricultores de uma ilha de sul do país para fazerem a colheita de batatas mais cedo do que o previsto.

A agência de notícias considera mesmo que é uma situação de crise nacional. Algumas pessoas conseguiram comprar pacotes de batatas fritas ao preço normal, para vender na rua por sete vezes mais. Por esse motivo, os supermercados já restringiram a quantidade de pacotes por cliente. Para além da venda na rua, há pessoas que estão mesmo a leiloar batatas fritas no site da Yahoo Japão.

Comente este artigo

O artigo Crise da batata frita esvazia prateleiras e inflaciona preços no Japão foi publicado originalmente em Jornal económico

Anterior China and EU accept WTO ruling on poultry dispute
Próximo I Jornada sobre caza y cultura organizada por la Universidad de Sevilla

Artigos relacionados

Últimas

Gáudio Clássico 2014 eleito Vinho Português do Ano na China

[Fonte: Gazeta Rural]

A eleição foi feita por um dos mais prestigiados e importantes concursos de vinhos mundiais – o China Wine & Spirits Awards,- significando que este vinho da Ribafreixo Wines obteve pontuação máxima entre as centenas de vinhos portugueses inscritos e pontuados. […]

Últimas

Não há ovos contaminados à venda em Portugal, produto foi comprado na Bélgica

[Fonte: Correio da Manhã]

O Ministério de Agricultura garantiu hoje que não há ovos contaminados com pesticida tóxico à venda em Portugal e que o caso reportado às autoridades europeias refere-se a um português que comprou na Bélgica ovos contaminados.
Fonte do Ministério da Agricultura sublinhou que “não há […]

Últimas

Proibições de exportação não prejudicam ganhos dos produtores de carne suína

[Fonte: Jornal económico]
Depois do escândalo político e das proibições de exportação impostas ao Brasil, os produtores brasileiros de carne de porco assistem a uma retoma do setor. Os preços da carne de porco registaram este ano a maior queda das últimas décadas, […]