Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 31 Julho a 6 Agosto 2017

[Fonte: Agricultura e Mar]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Aves

As cotações médias nacionais do frango, vivo (de 1,8 Kg) e abatido (65% – de 1100 a 1300 g) e do peru, vivo (de 14 a 15 Kg) e abatido (80% – 5,7 a 9,8 Kg), voltaram a manter-se estáveis em relação à semana anterior.

Na região Centro a oferta de frango foi muito abundante e a procura muito animada nas duas áreas de mercado, Dão-Lafões e Litoral Centro, tendo ambas aumentado em relação à semana anterior, nomeadamente a procura, com o período de férias e a chegada de emigrantes e turistas. No que se refere às cotações do frango, verificou-se apenas um decréscimo da cot. mín. do frango abatido de 1100-1300 g no Litoral Centro (-6 cêntimos / Kg). Estabilidade do frango do campo (2,3 a 2,5 Kg) e do peru abatido em Dão-Lafões. Completa estabilidade das galinhas vivas, pesadas e semipesadas, nas duas áreas.

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta de frango foi relativamente fraca e a procura relativamente animada. As cotações do frango e do peru, vivos e abatidos e das galinhas vivas, pesadas e semi-pesadas, não registaram quaisquer alterações em relação à semana anterior.

Ovos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos ovos, quer na produção (ovo a peso de 60-68 g), +4 cêntimos / Kg, quer classificados e embalados em ovotermo das classes de peso M e L (+3 cêntimos / dúzia), subiram em relação à semana anterior, após 5 semanas de estabilidade.

Na região Centro a oferta de ovo foi relativamente abundante na área de mercado do Litoral Centro e abundante em Dão-Lafões; a procura foi muito animada nas duas áreas, tendo voltado a aumentar em relação à semana anterior, com o período de férias e a chegada de emigrantes e turistas. A oferta de ovo classificado das classes L e XL é insuficiente. Subida generalizada de cotações, +5 cêntimos / Kg para o ovo na produção e no caso dos ovos classificados, em cartão e ovotermo, as cotações subiram +5 cêntimos / dúzia em Dão-Lafões e +3 cêntimos / dúzia no Litoral Centro, para todas as classes de peso.

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta e a procura de ovo foram médias e equilibradas, tendo ambas aumentado nas duas última semanas. No que se refere às cotações, esta semana continuou a pautar-se pela estabilidade, quer para o ovo na produção, quer para os ovos classificados, em cartão e ovotermo, de todas as classes de peso.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

Aceito a Política de Proteção de Dados e dou o respetivo Consentimento para a recolha e tratamento de dados pessoais.

O artigo Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 31 Julho a 6 Agosto 2017 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Costa quer “esclarecimentos adicionais” na auditoria ao combate dos fogos
Próximo Diario Oficial de la UE: fitosanitarios, denominación de origen y peste porcina africana

Artigos relacionados

Nacional

Geota diz que novas barragens no Tâmega têm “muito betão, pouca produção”

[Fonte: Agricultura e Mar]
O Geota – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente opõe-se à construção das três novas barragens da Iberdrola nos rios Tâmega e Torno e contesta os números da produção eléctrica apresentados pela eléctrica espanhola
Foi apresentado, […]

Últimas

DGAV reforça tratamentos fotossanitários para controlo do insecto do Citrus Greening

[Fonte: Agricultura e Mar]
A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária reviu as medidas fitossanitárias aplicadas para controlo do trioza erytreae, o insecto vector da doença de Citrus Greening. E actualizou o mapa bem como a lista de freguesias que integram total ou parcialmente a zona demarcada de vigilância. […]

Últimas

Montalegre: 31 anos de Congresso com o emergir de um novo conceito

[Fonte: Gazeta Rural]

Durante os dias 1, 2 e 3 de setembro realizou-se em Vilar de Perdizes, Montalegre, a 31ª edição do Congresso de Medicina Popular. Para além do esotérico, da espiritualidade e das superstições, novos temas fizeram parte do cartaz desta XXXI edição. […]