Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 27 Novembro a 3 Dezembro 2017

Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 27 Novembro a 3 Dezembro 2017

[Fonte: Agricultura e Mar - Mercados]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Aves

As cotações médias nacionais do frango, vivo (de 1,8 Kg) e abatido (65% – de 1100 a 1300 g) e do peru, vivo (de 14 a 15 Kg) e abatido (80% – de 5,7 a 9,8 Kg) mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Na região Centro a oferta de frango foi relativamente abundante na área de mercado do Litoral Centro e média em Dão-Lafões; a procura foi relativamente animada no Litoral Centro e média em Dão-Lafões, tendo aumentado um pouco em relação à semana anterior. Estão a decorrer vendas de ovos para o mercado externo no Litoral Centro. No que se refere às cotações do frango, não se registaram quaisquer alterações, quer no que se refere ao vivo, quer ao abatido. Acréscimo da cot. máx. do frango do campo (+6 cêntimos / Kg) e estabilidade do peru abatido em Dão-Lafões. No que se refere às galinhas vivas, deu-se uma nova subida das pesadas em Dão-Lafões (+3 cêntimos / Kg).

Nas quatro últimas semanas não houve transações significativas de galinhas semipesadas em Dão-Lafões e esta semana também no Litoral Centro.

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta de frango foi relativamente fraca e a procura relativamente animada. Subida de cotações das galinhas vivas pesadas (+13 cêntimos / Kg), que se ficou a dever a um aumento da procura.

Ovos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos ovos, quer na produção (ovo a peso de 60-68 g), quer classificados e embalados em ovotermo das classes de peso M e L, mantiveram-se novamente estáveis em relação à semana anterior.

Na região Centro a oferta de ovo foi abundante e a procura muito animada nas duas áreas de mercado analisadas, Dão-Lafões e Litoral Centro. A oferta está a aumentar gradualmente, sendo suficiente para satisfazer a procura interna, mas insuficiente no caso da procura externa. A falta de ovo no mercado europeu está a acarretar uma subida generalizada do preço dos ovos. No que se refere às cotações, apenas se registou um acréscimo significativo das cot. máx. do ovo a peso nas duas áreas, +25 cêntimos / Kg em Dão-Lafões e +22 cêntimos / Kg no Litoral Centro.

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta e a procura de ovo foram médias, tendo a procura baixado em relação à semana anterior. Apesar do mercado europeu continuar deficitário em ovos, as cotações, quer do ovo na produção, quer dos ovos classificados, em cartão e ovotermo, não apresentaram quaisquer alterações.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 27 Novembro a 3 Dezembro 2017 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Mercados

Anterior Comunicação do futuro da PAC em Português
Próximo El Consorcio del Jamón Serrano se suma al proceso de transformación digital del sector alimentario

Artigos relacionados

Sugeridas

Oferta de emprego – Engenheiro Agrónomo (M/F)- Setúbal

A empresa agrícola da Herdade da Comporta S.A  do distrito de Setúbal, procura estagiário para novas áreas de cultivo e desenvolvimento das já existentes.

Sugeridas

Ana Paula Carvalho: Os desafios para a alimentação e agricultura mundiais

[Fonte: Anipla]
Esta semana falámos com Ana Paula Carvalho, Subdiretora-Geral da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV).
A DGAV tem, na sua missão, a definição, execução e avaliação das políticas de segurança alimentar e a proteção vegetal e fitossanidade, sendo investida nas funções de Autoridade Sanitária Veterinária e Fitossanitária Nacional e de Autoridade responsável pela gestão do Sistema de Segurança Alimentar. […]

Cotações PT

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 31 Julho a 6 Agosto 2017

[Fonte: Agricultura e Mar – Mercados]
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
As cotações médias nacionais do porco classe E e do porco classe S mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior. Subida dos leitões de <12 Kg (+11 cêntimos / Kg) e estabilidade dos leitões de 19-25 Kg. […]