Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 13 a 19 Março 2017

[Fonte: Agricultura e Mar]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Aves

A cotação média nacional do frango vivo (de 1,8 Kg) sofreu um ligeiro decréscimo em relação à semana anterior, -3 cêntimos / Kg. O frango abatido (65% – de 1100 a 1300 g) e o peru, vivo (14 a 15 Kg) e abatido (80% – de 5,7 a 9,8 Kg) mantiveram-se novamente estáveis em relação à semana anterior.

Na região Centro a oferta de frango foi abundante nas duas áreas de mercado, Dão-Lafões e Litoral Centro; a procura foi média em Dão-Lafões e relativamente animada no Litoral Centro. A oferta é excedentária relativamente à procura, nomeadamente no que se refere ao frango das classes de peso mais elevadas. Relativamente às cotações do frango, apenas se registou uma descida do frango vivo em Dão-Lafões, -5 cêntimos / Kg. As cotações do frango do campo (2,3 a 2,5 Kg) e do peru abatido mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior em Dão-Lafões. Redução de cotações das galinhas vivas pesadas em Dão-Lafões (-8 cêntimos / Kg) e aumento das semipesadas no Litoral Centro (+5 cêntimos / Kg).

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta de frango foi relativamente abundante e a procura relativamente animada. As cotações pautaram-se de novo pela estabilidade, quer no caso do frango, quer do peru, vivos e abatidos, quer das galinhas vivas, pesadas e semipesadas.

cotações aves 19 março

Ovos

Na semana em análise verificou-se um novo acréscimo generalizado das cotações médias nacionais dos ovos em relação à semana anterior, quer na produção (ovo a peso de 60-68 g), +2 cêntimos / Kg, quer classificados e embalados em ovotermo das classes de peso M e L, +5 cêntimos / dúzia.

Na região Centro a oferta de ovo foi relativamente fraca na área de mercado de Dão-Lafões e relativamente abundante no Litoral Centro; a procura foi relativamente animada em Dão-Lafões e animada no Litoral Centro, tendo aumentado em relação à semana anterior nas duas áreas. De referir a exportação de ovo a bom ritmo nas duas áreas. Relativamente às cotações, em Dão-Lafões deu-se um acréscimo generalizado dos ovos, quer na produção (+5 cêntimos / Kg), quer dos ovos classificados, em cartão e ovotermo (+5 cêntimos / dúzia); no Litoral Centro a subida incidiu apenas nos ovos classificados, em cartão e ovotermo (+5 cêntimos / dúzia).

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta de ovo foi relativamente abundante e a procura relativamente animada. Subida de cotações dos ovos classificados, em cartão e ovotermo, de todas as classes de peso, S, M, L e XL (+5 cêntimos / dúzia), exceto dos ovos XL em ovotermo.

cotações ovos 19 março

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

O artigo Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 13 a 19 Março 2017 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior Operação Carne Fraca 
Próximo Quatro produtores brasileiros proibidos de exportar carne para a Europa. Portugal não foi afectado

Artigos relacionados

Nacional

Portugal desperdiça fundos europeus para conservação da natureza

[Fonte: Observador]

A Associação Sistema Terrestre Sustentável Zero e o Fundo para a Proteção dos Animais Selvagens (FAPAS) chamaram a atenção para a falta de eficácia na captação de fundos europeus para projetos de conservação da natureza, denunciando que, pela terceira vez, […]

Últimas

Benavente recebe workshop sobre Produção de Arroz em Agricultura Biológica

[Fonte: Agricultura e Mar]
A Agrobio – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica vai realizar, com a parceria da Orivárzea e do Município de Benavente, um Workshop sobre a Produção de Arroz Biológico no âmbito do projecto Informação Bio.
A acção irá decorrer no dia 13 de Abril, […]

Nacional

Governo apresenta plano de combate ao desperdício alimentar no final do ano

[Fonte: Vida Rural]
O Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Vieira, anunciou esta semana que até ao final do ano será apresentado pelo Governo um plano nacional de combate ao desperdício alimentar. Para isso, será criada uma Comissão Nacional de Combate que incluirá dez ministérios e várias entidades da sociedade civil portuguesa. […]