Continente investiu 250 milhões em frescos nacionais em 2018

Continente investiu 250 milhões em frescos nacionais em 2018

[Fonte: O Jornal Económico]

Este valor representa um aumento de cerca de 10% relativamente a 2017.

Em 2018, a Sonae MC investiu 250 milhões de euros na compra de frescos nacionais, entre frutas e legumes, peixe e carne, queijos, enchidos, vinho e até mesmo farinha do Alentejo.

Esta foi uma das principais conclusões do ‘Clube de Produtores Continente’, cujo 2º encontro se realizou na passada sexta-feira, dia 5 de julho, no terminal de cruzeiros do porto de Leixões.

“Neste evento, que foi dedicado ao ‘Melhor de Portugal’, marcaram presença cerca de 300 participantes – produtores individuais, associações de produtores e quadros da Sonae MC”, tendo sido o principal  objetivo “o reforço das parcerias entre o Continente e a produção nacional”, destaca um comunicado do grupo.

Segundo esse mesmo documento, “em 2018 foram investidos 250 milhões de euros na compra de frescos (frutas e legumes, peixe e carne, queijos, enchidos, vinho e até mesmo farinha do Alentejo) à produção nacional, um aumento de cerca de 10% relativamente a 2017. O investimento na produção nacional passa não só por garantir produtos nacionais de elevada qualidade nas lojas Continente como também pela capacitação e valorização dos seus produtores e membros do’Clube de Produtores Continente’”.

Na sequência da entrega dos ‘Prémios Clube de Produtores Continente 2019’, foram atribuídos dois ‘Prémios Inovação’, para sublinhar a inovação dos produtores, em associação com a sustentabilidade e com a economia circular: os troféus foram entregues à Beirabaga, um produtor de pequenos frutos, com o projeto ‘lascas de frutos vermelhos’; e para a Estrela Artesanal Queijaria, um produtor de queijo da Serra da Estrela), com um gin feito à base de um subproduto do requeijão da Serra da Estrela.

“A Academia Clube de Produtores Continente consiste num programa de capacitação, lançado em 2017, destinado aos produtores nacionais, e que tem como principal objetivo a partilha de conhecimento, uma visão mais ampla do mercado e das suas oportunidades e a inovação! Esta 2ª edição do programa teve a sessão de encerramento e apresentação de projetos, no passado dia 19 de junho, no Ministério da Agricultura contando com o alto patrocínio do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos”, explica o referido comunicado

O ‘Clube de Produtores Continente’ atribuiu ainda o ‘Prémio Excelência’, entregue anualmente com o propósito de distinguir associados que marcam a história do clube pela forte relação de parceria estabelecida ao longo dos anos. Este ano, o prémio foi para a SOMA – Sociedade Agro Comercial da Maçã, organização de produtores das maçãs da Beira Alta e dos pêssegos da Cova da Beira.

Comente este artigo

O artigo Continente investiu 250 milhões em frescos nacionais em 2018 foi publicado originalmente em O Jornal Económico.

Anterior Sede da UNESCO vai ter uma horta portuguesa
Próximo 2BForest na FACECO 2019, 19-21 de Julho, S. Teotónio, Odemira

Artigos relacionados

Comunicados

Estatísticas Agrícolas – 2018

Numa campanha marcada pelas condições climatéricas desfavoráveis, produção recorde de laranja e produção de azeite superior a 1 milhão de hectolitros foram exceções no ano agrícola 2017/18 – 2018 […]

Nacional

Adaptar o montado ao clima: a experiência na Herdade da Ribeira Abaixo

Vários estudos feitos pela União Europeia que antecipam uma redução significativa da produção agrícola na região mediterrânica. Por isso há que encontrar alternativas e, […]

Últimas

Governo Regional investe este ano 6,5 milhões de euros em caminhos rurais e florestais

A diretora regional dos Recursos Florestais afirmou, esta segunda-feira, que este ano serão investidos 6,5 milhões de euros na construção e beneficiação de mais de 41 quilómetros de caminhos rurais e florestais em várias ilhas dos Açores, […]