Capoulas apresenta regime simplificado de ajuda aos agricultores afectados pelos incêndios

Capoulas apresenta regime simplificado de ajuda aos agricultores afectados pelos incêndios

[Fonte: Agricultura e Mar]

O Governo vai atribuir novas ajudas aos agricultores afectados pelos incêndios de 15 Outubro. O anúncio é feito pelo ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos. Trata-se de uma nova medida destinada a cobrir a 100% os prejuízos que se situem entre os 1.054 e os 5.000 euros, abrangendo animais, plantações plurianuais, máquinas, equipamentos, armazéns e outras construções de apoio à actividade agrícola que tenham sido perdidos nos incêndios.

Financiada pelo orçamento do Ministério da Agricultura, esta medida deverá “beneficiar milhares de pequenos agricultores através de um regime simplificado de candidatura, cujos formulários estarão disponíveis a partir da próxima segunda-feira nos sites das Direcções Regionais de Agricultura e Pescas das Regiões Norte e Centro”, revela uma nota do Gabinete de Capoulas Santos.

Candidaturas abertas até fim de Novembro

O objectivo do Ministro da Agricultura é desencadear um mecanismo de acção rápida que permita apoiar os agricultores num curto espaço de tempo. Por esse motivo, as candidaturas estarão abertas até ao final de Novembro, devendo ser validadas até 8 de Dezembro pelos serviços do Ministério, em articulação com as autarquias locais.

Neste processo, o Ministério considera “imprescindível a colaboração das organizações de agricultores e das associações que os representam, bem como das autarquias locais, por forma a que o processo esteja concluído antes do final do ano. Isto é, os pagamentos deverão ser efectuados até 31 de Dezembro de 2017“.

Em vigor já estão outras medidas de apoio, designadamente um regime simplificado para prejuízos até 1.053 euros, que é suportado pelo orçamento do Ministério do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social. Estão igualmente abertas candidaturas a outras medidas no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural PDR 2020, destinadas a conceder apoios aos agricultores que sofreram prejuízos que podem atingir montantes na ordem das centenas de milhares de euros. Os apoios correspondem a 85% do valor elegível até aos 50 mil euros, e a 50% do valor elegível até um limite máximo de 400 mil euros, acrescenta a mesma nota do Ministério da Agricultura.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

Receba este artigo na Newsletter do Agroportal

O artigo Capoulas apresenta regime simplificado de ajuda aos agricultores afectados pelos incêndios foi publicado originalmente em Agricultura e Mar

Anterior A. Cañete: La próxima PAC debería incentivar a los agricultores que reduzcan las emisiones
Próximo Programa del 18 de noviembre del 2017

Artigos relacionados

Dossiers

CYL, Cataluña, Extremadura, Murcia, Navarra y Valencia piden dinero para pagar el saldo de las ayudas

[Fonte: Agropopular – UE]

Las Comunidades Autónomas de Castilla y León, Cataluña, Extremadura, Murcia, Navarra y Valencia han pedido fondos para empezar a abonar el saldo de las ayudas de la Política Agraria Común (PAC) de la campaña 2017, […]

Nacional

Quer exportar ou investir na Argentina? Consulte primeiro a ficha de mercado da Aicep

[Fonte: Agricultura e Mar]
A Aicep — Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal acaba de publicar a “Ficha de Mercado da Argentina” (Novembro 2017), na qual faz uma análise da economia da Argentina, das relações económicas Portugal-Argentina e das condições de acesso ao mercado, […]

Nacional

Pedrógão Grande. Portaria estabelece medidas excecionais de apoio às populações e empresas

[Fonte: Observador]

A portaria que reconhece a situação excecional desencadeada pelo incêndio de Pedrógão Grande foi publicada em Diário da República e estabelece um conjunto de medidas de apoio às populações e empresas no âmbito da atuação da Segurança Social.
Em declarações à agência Lusa, […]