Brasil aprova uso de soja transgénica tolerante à seca e ao glifosato

Brasil aprova uso de soja transgénica tolerante à seca e ao glifosato

[Fonte: Agricultura e Mar]

A TMG, Tropical Melhoramento & Genética e a Verdeca, uma joint-venture entre a Arcadia Biosciences e a Bioceres Crop Solutions, anunciaram ontem, 24 de Maio, que completaram com êxito o processo regulatório e receberam a aprovação comercial no Brasil da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) para a solução transgénica de soja HB4, que confere tolerância à seca na soja. A aprovação permite a semear e colher variedades HB4 de soja no Brasil.

Por outro lado, além do HB4 sozinho, foi também aprovado a junção de outra substância tolerante a herbicidas, o que contribuirá para a tolerância ao herbicida glifosato. Esta é uma nova versão do portefólio de soluções biotecnológicas desenvolvidas para beneficiar os produtores de soja através da melhoria da qualidade, mitigação de stress hídrico e boas práticas agrícolas da Verdeca.

Em consulta pública

A aprovação por parte do CTNBio é seguida por um período de consulta pública de 30 dias, antes de ser emitido o documento de aprovação definitivo. O lançamento comercial da tecnologia HB4 no Brasil está sujeito às aprovações dos principais países importadores de grãos de soja, que estão em curso, e pelos processos de registo de variedades.

A solução HB4 da Verdeca já tinha sido aprovada na Argentina e pela administração de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos. Actualmente, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos está a examinar as propostas regulamentares, assim como a China, Paraguai, Bolívia e Uruguai.

Mais de 34 milhões de hectares de soja

No Brasil são cultivados mais de 34 milhões de hectares de soja. Nas duas últimas campanhas, a região sul-americana passou por condições de seca significativas. A tecnologia HB4 poderá evitar perdas provocadas pela seca aos produtores de soja da Argentina e Brasil.

“Esta nova tecnologia permitirá aos produtores de soja proteger os rendimentos sob condições de stress hídrico,” disse Martin Mariani Ventura, directo-geral da Verdeca. E acrescentou que “a desregulamentação desta tecnologia no Brasil é um passo importante para a comercialização com êxito da tecnologia HB4 no Sul da América”.

Por sua vez, Francisco Soares, CEO da TMG, afirmou que “o HB4 é a primeira solução transgénica de soja que vai mais além da oferta tradicional para a tolerância aos herbicidas e à resistência aos insectos. Proporcionará estabilidade de rendimento em diversos ambientes e os agricultores verão um benefício directo do uso da tecnologia”.

Desenvolvimento de novas sementes

Segundo Alexandre García, director de investigação da TMG, esta aprovação comercial permitirá realizar provas mais amplas para o desenvolvimento de variedades, o aumento de sementes e o registo de variedades de soja em território brasileiro.

“A TMG, como empresa brasileira, orgulha-se de ser parte deste projecto em colaboração com a Verdeca e de ter completado o marco regulatório no Brasil. É muito importante ter empresas sul-americanas trazendo inovação aos agricultores da região”.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Brasil aprova uso de soja transgénica tolerante à seca e ao glifosato foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Las naranjas se pagan tres veces más baratas que el año pasado
Próximo Élio Ventura: Sector da carne nos Açores deve prosseguir caminho de qualificação

Artigos relacionados

Sugeridas

Veracruz está a fazer da Beira Baixa uma região de amendoeiras

[Fonte: Voz do Campo]
Vera Cruz. O nome que Pedro Álvares Cabral deu ao Brasil quando ali chegou no século XVI foi o mesmo que David Carvalho e Filipe Rosa escolheram para o projeto luso-brasileiro que está a trazer a cultura da amendoeira para a Beira Baixa. […]

Dossiers

Empresas florestais reclamam inventários de cinco em cinco anos

[Fonte: Gazeta Rural]

A Associação Nacional de Empresas Florestais considera fundamental encurtar para cinco anos o prazo de atualização do Inventário Florestal Nacional, sem o qual diz não ser possível gerir ou planear estrategicamente o setor.
“Não é possível gerir aquilo que se desconhece”, […]

Nacional

Cortiça também pode ser usada…na cosmética

[Fonte: Vida Rural]

Depois de 245 anos a produzir sandálias com sola de cortiça, a marca alemã Birkenstock vai passar a usar esta matéria prima em produtos de cosmética.
A novidade foi revelada pela marca esta semana, com o lançamento de uma linha de cuidados de cosmética, […]