ADP lança fertilizante azotado

ADP lança fertilizante azotado

[Fonte: ffl revista]

ADP Nergetic Dynamic S+ (DS+) é um novo adubo azotado de cobertura «exclusivo», com azoto nítrico e amoniacal, enxofre, cálcio e boro, «totalmente protegidos». O novo produto da ADP Fertilizantes foi lançado em Novembro, com eventos em Espanha (nos dias 5 e 16, em Almagro e Burgos, respectivamente) e em Portugal (28 e 30, no Porto e em Montemor-o-Novo, respectivamente), em que estiveram presentes clientes e técnicos da empresa, segundo comunicado da ADP Fertilizantes.

Nestes eventos, o director comercial da ADP Fertilizantes foi o responsável pelo enquadramento do novo produto no mercado nacional e internacional. António Santana Fernandes referiu que «há uma forte tendência de crescimento da procura de produtos azotados protegidos e combinados com enxofre», que «a ADP Fertilizantes deseja ocupar parte significativa deste mercado» e que «esta é a única solução no mercado com todos os nutrientes protegidos».

João Castro Pinto, responsável pelo Departamento de Investigação e Desenvolvimento da ADP Fertilizantes (à direita na foto de abertura, com António Santana Fernandes), falou sobre as características e especificidades do novo adubo, destacando a tecnologia de granulação e a tecnologia C-PRO, baseada num polímero biodegradável com propriedades hidrofílicas, que «regula a libertação de todos os nutrientes, permitindo a sua absorção pelas plantas e evitando perdas, em especial por lixiviação».

Henrique Ribeiro, professor do Instituto Superior de Agronomia (na foto em baixo), foi convidado para proferir uma comunicação sobre a importância da adubação com azoto e enxofre nas sessões realizadas em Portugal. O especialista destacou que o aspecto mais emergente relativamente ao azoto é «a necessidade de aumentar a sua eficiência de utilização, em resultado das elevadas perdas existentes», e para tal, a importância do «uso de tecnologias de protecção no fabrico dos adubos». Relativamente ao enxofre, a questão actual é «o aumento da frequência de carências de enxofre nas culturas, em consequência da diminuição da disponibilidade deste nutriente no solo, sendo crescente a necessidade de fertilizar com enxofre». Por fim, Henrique Ribeiro destacou a acentuada sinergia entre o azoto e o enxofre, indicando que «este nutriente potencia o efeito do azoto sobre o aumento de produção das culturas».

Notícias relacionadas

Comente este artigo

O artigo ADP lança fertilizante azotado foi publicado originalmente em ffl revista

Anterior Quer exportar ou investir na Argentina? Consulte primeiro a ficha de mercado da Aicep
Próximo El lobo no hace puente y se ceba con varias explotaciones ganaderas

Artigos relacionados

Últimas

Diretor Regional de Agricultura impressionado com destruição em Armamar

[Fonte: Gazeta Rural]

O Diretor Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Manuel Cardoso, esteve esta manhã em Armamar para se inteirar dos estragos provocados pelo temporal que se abateu ontem ao final da tarde no município Armamarense.
Manuel Cardoso foi recebido pelo Presidente da Câmara Municipal, […]

Nacional

Sessão de Informação sobre Gestão do Risco na Agricultura passa para 26 de Julho

[Fonte: Agricultura e Mar]
A DRAP Alentejo – Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo informa que a sessão de informação “A Gestão do Risco na Agricultura” agendada para o dia 21 de Julho, passa a realizar-se no dia 26 de Julho, na Sociedade Recreativa S. […]

Últimas

Sob o “Brexit”, agricultura teme “renacionalização” dos custos da PAC

[Fonte: Público]

Política Agrícola Comum pós-2020 é tema dos próximos conselhos de ministros da Agricultura e Pescas, em Bruxelas

No trabalho preparatório à discussão do orçamento da Política Agrícola Comum (PAC) pós-2020 (para suceder ao actual programa comunitário a sete anos iniciado em 2014) a agricultura portuguesa reivindica a manutenção do orçamento e o sentido da convergência. […]