Acabou o estado de graça

Sá Carneiro dizia que qualquer Governo tem direito a um estado de graça de 100 dias. E que, depois disso, já não tem margem para deitar culpas ao Governo anterior. O discurso de Marcelo, no terreno, junto das vítimas, e não na torre de marfim de Belém, marca o tal “novo ciclo” que o Presidente há muito tinha anunciado, com data marcada: depois das autárquicas.

Comente este artigo
Anterior Agricultores Portugueses de luto - CAP exige apuramento de responsabilidades
Próximo Agri Innovation Summit conclui: é preciso colocar o agricultor no centro da Inovação

Artigos relacionados

Sugeridas

Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica em vigor a partir de 6ª feira

[Fonte: Correio da Manhã]
A Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica (ENAB) foi ontem publicada, para entrar sexta-feira em vigor, ficando os compromissos de aumento de produção, consumo e exportação de produtos biológicos dependentes da disponibilidade financeira das entidades públicas.
O documento, publicado em Diário da República, […]

Nacional

Luís Mesquita Dias recebe prémio de personalidade do ano

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

O director-geral da Vitacress, Luís Mesquita Dias, recebeu o prémio “Personalidade do Ano – Produção” no âmbito da 29.ª edição dos “Masters da Distribuição”. Estes galardões são atribuídos pela revista Distribuição Hoje.

Luís Mesquita Dias é director-geral da Vitacress Portugal – empresa do Grupo RAR dedicada à produção e comercialização de agrião de água, […]

Últimas

Autoridades da Galiza indicam que 16 povoações correm risco de incêncio

Dezasseis pontos da região espanhola da Galiza enfrentam esta manhã “risco real para povoações” devido aos incêndios florestais, com principais focos em Friol, Monforte de Lemos e Pantón, em Lugo.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_6 span,#wpdevar_comment_6 iframe{width:100% !important;} […]