Página inicial ] [ Directório ] AgroNotícias ] Pesquisar ] Opinião ] Dossiers ] Info ] Adicionar URL ] Novidades ] Mapa ]

 

 -  30-06-2003

[ Agroportal ] [ Nacional ] [ Internacional ]

Bolsa do Porco
Informação Semanal
Mapa de cotações da Sessão Nº 26 de 27/06/2003

Cotação Actual Cot. Semana Anterior Variação 
1,500 Euros 1,450 Euros + 0,050

     (VALORES EM EURO/KG/CARCAÇA) CLASSE E, 57% de músculo 

Cotações base (por mercados regionais), relativas à semana de 23 a 28 de Junho, coligidas pelo Gabinete de Planeamento do Ministério da Agricultura. Os valores abaixo são referidos em Euros/Kg/carcaça- classe E, com 57% de músculo.

MERCADOS REGIONAIS Cotação mínima Cotação máxima Cotação mais frequente

Al. Litoral

1,37 1,45 1,40

Évora

1,38 1,44 1,41

Monchique

1,44 1,47 1,46

Coimbra

1,43 1,51 1,44

Leiria

1,44 1,45 1,44

Famalicão

1,44 1,56 1,54

Montijo

1,44 1,45 1,44

P. Galega

1,43 1,45 1,44

Rio Maior

1,42 1,46 1,45

ÚLTIMAS COTAÇÕES REGISTADAS

PAÍS

DATA

EUROS

Nas Condições para:

Portugal

20 Junho

1,450

Montijo: em Euros/kg - carcaça, CLASSE  E

Espanha

27 Junho

1,417

Lérida: de Euros peso/vivo, convertido em Euros/kg carcaça

França

26 Junho

1,169

Plérin: em Euros, carcaça, com 60 - T.V.M.

Holanda

20 Junho

1,120

Vleuten: em Euros, com 54% de carne

Dinamarca

26 Junho

0,997

Em Coroas DK, convertido em Euros, carcaça,  57% de carne

Alemanha

26 Junho

1,280

Em Euros, carcaça com 56% de carne (ZMP)

TENDÊNCIA: Subida de 5 cêntimos. Cotação nos 1,500 €.

NOTA PRÉVIA 1

Na Informação da semana passada escrevia-se a dado ponto ; - "Por fim e relativamente à cotação mais frequente do Montijo, referida no quadro acima, (1,400 Euros), não corresponderá a mesma àquilo que se passou efectivamente, pois que o preço mais frequente pago pelos porcos nesta Zona foi de 1,390 Euros, tal como na Póvoa da Galega e aí sim, de acordo com o referido mapa."

Por outro lado, na nota desta semana relativa aos mercados regionais e oriunda do Gabinete de Planeamento do Ministério da Agricultura / Dir. Serv. Estatística e abaixo transcrita, já se pode constatar que foi feita a respectiva correcção, o que significa, também, que os Serviços Oficiais estão atentos e por isso mesmo se releva a sua cooperação e disponibilidade para com a Bolsa do Porco - Associação, no sentido de se bem informar todos aqueles que acompanham a evolução semanal das cotações do porco em Portugal.

Também e ainda recentemente, já se haviam registado correcções em alguns mercados regionais (Al. Litoral e Évora, nomeadamente), pelo que presentemente, esses mercados (a nível nacional), têm vindo a reflectir as variações semanais, ou melhor, as cotações fixadas todas as sextas-feiras na Bolsa do Porco, Montijo.

NOTA PRÉVIA 2

Realizou-se hoje a Assembleia Geral Extraordinária da Bolsa do Porco - Associação, a qual tinha como ponto único da agenda de trabalhos " cotações da Bolsa versus preços operativos".
A totalidade das Organizações associadas presentes, decidiram, por unânimidade, suspender a referida Assembleia Geral, "para data a marcar oportunamente".

SESSÃO PROPRIAMENTE DITA

1,50 por consenso e unânimidade, na sessão de hoje !
Desde a semana finda a 9 de Maio e até hoje, verificaram-se as seguintes variações de cotação na Bolsa do Montijo e em algumas Bolsas congéneres, a saber:
+ 0,215 na Bolsa do Montijo
+0,180 na Bolsa de Lérida/Espanha
+ 0,044 na Bolsa da Bretanha/França
- 0,021 na Dinamarca (Dansk Slagterier)
+ 0,030 na Alemanha (ZMP)
... e assim a "saga" continua, com a Ibéria a subir forte e o Centro/Norte europeu a subir ligeiramente, ou mesmo com manutenção de cotações, ou seja, desde que foi feito o "acerto técnico" das cotações (vide nossa Informação de Mercado de 2 de Maio p.p.), os porcos já subiram em Portugal, 0,215 € (43$00, em antigos escudos!, o que permite uma maior percepção quanto à dimensão da subida).

Na mesma data, em 2002, o porco cotava na Bolsa do Montijo 1,74 €, mas, ... descontando o diferencial de então para o preço operativo (0,15 €), os porcos estariam a ser vendidos naquela data a 1,59€, ou seja, 0,09€ acima da cotação de hoje. A Espanha (Mercolérida) cotava então e na mesma data a 1,56 €, a França (MPBreton) a 1,39 € (o que "dá" 0,221 €, a mais, face à última cotação desta semana naquela Bolsa, ou seja, menos 44$20, na conversão em antigos escudos). Por isso, os produtores franceses reclamam, reclamam...

Também no final de Junho, princípios de Julho de 2002, iniciou-se a inversão da tendência de subida, no mercado do porco em Portugal (o "pico" foi a 7 de Julho, com o porco a cotar na Bolsa do Montijo 1,77 €, que corrigido do já referido diferencial de 0,15 €, se situava em 1,62 €), movimento descendente esse, que só se susteve em 15 de Novembro.

Com esta comparação 2002/2003, não se pretende induzir nenhum pessimismo, quanto à actual tendência de (forte) subida das cotações do porco, mas tão somente reflectir sobre a evolução das cotações. É também evidente que as condições de evolução de mercado no ano passado e por esta altura, não serão semelhantes às actuais, embora que, em termos de peso médio dos porcos ao abate (por exemplo), elas não difiram muito (74/75 Kgs).

Se as cotações do porco estão de "boa saúde", os preços de venda da carne sofrem de "anemia", basta referir que uma grande superfície de nossa referência, esta semana, vendia as costeletas mistas a 2,98 €, depois de as ter baixado de 4,25 € há duas semanas atrás e segundo operadores da Indústria, ainda as poderiam vender a preço mais baixo, pois o preço dos vãos à saída da fábrica ainda permitiria baixá-las mais. Quer isto dizer que as margens comerciais da Indústria continuam "esmagadas", numa conjuntura de franca e sustentada subida do preço dos porcos nas últimas semanas, ou seja, também, que o mercado do porco e o mercado da carne, continuam de "candeias às avessas", que não é exclusivo de Portugal, pois ainda esta semana o comentarista do ZMP (Alemanha) se referia exactamente à mesma situação no seu país.

A subida dos 5 cêntimos de hoje, foi conseguida com o acordo da bancada vendedora, a qual perante este cenário prescindiu dos 6 cêntimos inicialmente pedidos e assim o consenso e unânimidade foi possível.

NOTA ADICIONAL 1

A DGVeterinária, informou-nos que devido a problemas no Sistema ANIMO em Espanha, não nos pode fornecer, temporariamente, o movimento relativo a porcos vivos entrados em Portugal.

NOTA ADICIONAL 2

Com a devida vénia, transcrevemos do Site da Agrodigital (la web del campo) o seguinte titulo, " A Polónia virá a ser o terceiro país produtor de porco da União Europeia". A Polónia aderirá à U.E. ... em Maio de 2004.

O sistema "ANIMO"/D.G. Veterinária informou que, no período de 01 a 07 de Junho, foram importados de Espanha, 7.438 animais para abate (- 65%).

Para mais informações consultar
http://bolsaspecuarias.cidadevirtual.pt/Informacoes_Mercado_2003/Porco/porco_27_06_2003.htm

A próxima Sessão realizar-se-á em 04 de Julho (sexta-feira), pelas 11,30 horas, nas instalações da Bolsa do Porco, sitas no Parque de Exposições no Montijo.


Apontadores relacionados:

Artigos

Sítios

Fonte: Bolsa do Porco

[ Écran anterior ]  [ Outras notícias ]

Página inicial ] [ Directório ] AgroNotícias ] Pesquisar ] Opinião ] Dossiers ] Info ] Adicionar URL ] Novidades ] Mapa ]

Produzido por Camares ® - ©  1999-2007. Todos os direitos reservados.
Optimizado para o IE 5.#, resolução 800 x 600 e 16 bits